Tag Archives: marketing

25 set 2018

Como vender mais usando o linkedin

Com mais de 33 milhões de membros brasileiros e mais de 562 milhões no mundo todo, o LinkedIn, plataforma dedicada a conexões profissionais, se destaca por reunir um imenso mercado consumidor. Segundo a Social Media Trends 2017, o Linkedin é a terceira rede social mais utilizada (46,2%) pelas empresas para fazer marketing, sendo indispensável para sua empresa se seu serviço for B2B. Essa rede social fornece informações valiosas sobre o potencial cliente, recurso útil para surpreendê-lo quando for fazer a abordagem.

» Encontre novos clientes

Hoje os compradores são pessoas mais conectadas, habituados ao comportamento digital e exigentes com o acesso a informações. Procuramos preços, dados e marcas online, quando estamos buscando algo. Levamos esse comportamento para as empresas, e a internet se torna uma fonte de pesquisa para prospecção de clientes. O LinkedIn é uma rede profissional, sem dispersões e com muito foco para negócios, o que diferencia das outras. Ele traz um histórico importante do perfil profissional o que torna a maior ferramenta de networking profissional que existe na atualidade. Quando bem utilizada, traz ótimos resultados.

» Dedique a sua página

Assim como o Facebook, o LinkedIn possibilita a criação de páginas para as empresas se comunicarem diretamente com o público. Elas são chamadas de Company Pages. Defina uma frequência para divulgar na página novos posts do seu blog, ebooks, materiais ricos e eventualmente conteúdo de outros veículos que sejam interessantes para o seu público. Além do aspecto profissional, um ponto bastante positivo de investir na sua página no LinkedIn é a concorrência relativamente pequena da rede se a compararmos com a do Facebook, por exemplo. E todas as publicações aparecem na timeline dos usuários que seguem a empresa. Saiba que as pessoas que possuem perfil no LinkedIn, 27% acessam diariamente, gastando em média 17 minutos por mês na rede. A frequência das postagens ajuda manter sua marca na lembrança do seu cliente.

» Seja influente e não vendedor

Aproveite os grupos como uma ferramenta de localização, identificando oportunidades dentro do seu nicho. Buscar profissionais da sua área ou que tenham cargos específicos e mapear os grupos de que eles participam. O mesmo vale para fornecedores, parceiros e clientes. Frequente grupos que seus clientes participam. Eles podem ajudá-lo a criar oportunidades para o seu negócio. Discussões bastante comentadas geralmente recebem mais visibilidade, ficando no topo da página. Contribuir nesses tópicos é uma boa forma de ficar em evidência. Intensifique sua participação nas discussões. Aproveite para compartilhar links de seu blog de forma contextualizada dentro de uma conversa, assim você atrai tráfego qualificado para o seu conteúdo. Ao oferecer conteúdo de qualidade, sua empresa será aos poucos percebida como uma influenciadora.

» Desenvolva uma boa conexão com seus clientes

O avanço da tecnologia alterou o hábito de compra dos consumidores. Com poucos cliques, eles podem adquirir uma infinidade de produtos, e com acesso à informação, chegam mais preparados quando ainda precisam ir à loja. Segundo uma pesquisa do Gartner, grupo de pesquisa e consultoria, 85% de todas as transações serão feitas online até 2020. Os vendedores profissionais que querem ser bem-sucedidos precisam aceitar que o controle da mensagem sobre o que estão vendendo passou de suas mãos, para as mãos de seus compradores digitalmente colaborativos. Isso significa que, mais do que nunca, é preciso saber como usar LinkedIn para vender. Ninguém pode ser mais importante para um vendedor do que os seus clientes. Pois um consumidor satisfeito tem o potencial de ser um excelente promotor dos seus produtos ou serviços. Você precisa dedicar algumas horas para configurar a sua presença no LinkedIn e utilizá-lo semanalmente para incrementar os negócios.
07 ago 2018

Marketing para e-commerce: Aumente suas vendas de uma vez por todas!

Caro leitor, você que nos acompanha fielmente sem dúvida alguma já se tornou um expert em e-commerce. São vários os nossos posts sobre e-commerce, marketing digital e melhoria nas vendas.

Agora, se você é novo por aqui ou não se recorda direito de todas as informações já discutidas, essa é a sua chance, pois vamos fazer aqui um apanhado geral e esclarecedor sobre esse assunto! Bom, nós já sabemos que o e-commerce é como se fosse um comércio eletrônico. Consiste basicamente em uma loja virtual que só vende produtos de uma única empresa. Diferente de um marketplace, plataforma em que várias empresas vendem os seus produtos. O Brasil é um dos países que registra as maiores taxas de crescimento do e-commerce no mundo. E os grandes responsáveis por isso são as pequenas e médias lojas virtuais. São vários os fatores que comprovam o crescimento do e-commerce no Brasil. Umas das principais tendências da atualidade é a migração das relações de compra e venda para o meio digital. É um universo que oferece inúmeras vantagens e possibilidades para o comerciante. Porém, centenas de empresários de lojas virtuais sacrificam a lucratividade do seu negócio através de anúncios impensados em marketplaces populares, vendendo seus produtos com baixo percentual de lucro, ou então apostam em estratégias falidas e ações de marketing má estruturadas, que só trazem prejuízos. Se você ainda não conferiu, nós já trouxemos para vocês, leitores, 5 dicas para vender mais no e-commerce. Agora, se você já está por dentro dessas dicas, nós vamos de uma vez por todas, te mostrar as melhores estratégias de marketing para aumentar suas vendas no e-commerce.

» Realize testes

Realizar teste é excelente para obter feedback real do mercado e assim mensurar com precisão os resultados. Isso ajudará a melhorar a qualidade do tráfego do seu site, blog ou rede social e, consequentemente, aumentar sua conversão. Uma coisa que você precisa saber quando for fazer um teste, é que o seu volume de acessos nas páginas de testes deve ser dividido de forma igualitária para que isso não te prejudique na hora de tomar qualquer decisão.

» Pratique preços competitivos

Quando os consumidores estão procurando por um produto, avaliam inicialmente a qualidade e o preço. Só então passam a observar outros aspectos, como o valor do frete e o tempo de entrega. Dessa forma, contar com preços competitivos é essencial para atrair clientes e fechar novos negócios. É preciso monitorar a concorrência e saber como ela está precificando seus produtos. Essas informações vão orientar a formatação dos valores de seus itens de maneira que possa se mostrar competitivo no mercado, sem que isso prejudique seus resultados financeiros.

» Tenha ofertas exclusivas para assinantes da newsletter

Para o sucesso de suas campanhas de e-mail marketing, é extremamente importante que você valorize os assinantes de sua newsletter e dê motivos para eles continuarem a receber seus e-mails. Por isso, envie regularmente para cada um deles promoções exclusivas para quem assina a newsletter de sua empresa, ajudando a transmitir a ideia de que realmente vale a pena participar dessa lista de e-mails. Essas promoções podem ir além dos descontos nas compras realizadas, como frete grátis ou até brindes enviados por cada compra realizada por seus clientes. Isso vai garantir que seus usuários se sintam recompensados por participar de sua lista de assinantes, os resultados de suas campanhas de e-mail marketing serão ainda maiores. O e-mail marketing é uma excelente ferramenta para quem quer aumentar as vendas de um e-commerce. Usando da maneira correta e observando as melhores práticas de promoção, sua empresa poderá colher bons resultados por meio dessa ferramenta de marketing.

» Não abuse no valor do frete

Na hora de decidir se fecha uma compra ou não, o consumidor sempre avalia o valor do frete e o prazo de entrega. Contar com tarifas altas ou tempo de entrega extenso faz com que as pessoas evitem seus produtos. Por isso é importante criar um sistema que seja competitivo. O ideal é montar uma tabela que leve em consideração os prazos e tarifas praticados pelos seus concorrentes, para que possa se tornar mais competitivo e chamar a atenção dos clientes. Mas não se esqueça de cumprir sempre os prazos de entrega, pois, caso contrário, isso pode te render uma péssima avaliação do prossumidor. Você sabia que erros no cadastro de produtos podem prejudicar as vendas no seu e-commerce? E tenha sempre em mente que o sucesso e o aumenta das vendas de um e-commerce depende muito do relacionamento criado com o seu cliente. Um cliente satisfeito, produtos e serviços de qualidade, um site responsivo que está sempre atento às opiniões dos seus clientes, uma boa gestão, parcerias lucrativas e o bom uso das redes sociais é quase uma receita detalhada para o sucesso! Mas se ainda não estiver satisfeito, você pode conferir 7 passos que podem levar seu e-commerce à falência! Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários.
13 abr 2017

Como a automação de processos pode ajudar no meu negócio?

Já ouviu falar em automação de processos?

Se você nunca ouviu falar, saiba que está mais presente na sua vida do que você imagina.

 Lembra daquelas atividades que eram feitas de forma trabalhosa e hoje é com um simples toque de tela no celular? Então, elas também fazem parte da automatização de processos!

Quer saber como a automatização pode facilitar o seu dia a dia na empresa?

A automação está ligada à utilização da tecnologia, sistemas e processamento de dados em benefício de controles e processos operacionais do cotidiano de um negócio, utilizando a automatização para substituir tarefas manuais.

Por que investir em automação de processos?

 Bom, com a automação, você reduz o tempo de produção e atividades operacionais, permite o gerenciamento de processos e integração de multiplataformas, realiza o monitoramento de resultados em tempo real e ajuda a otimizar a tomada de decisões.

Se você possui um e-commerce e precisa emitir um grande número de notas fiscais de cada venda desperdiçando tempo e recursos, com a automação de processos isso acabaria.

O sistema inteligente e independente evita de um usuário realizar o trabalho manualmente, o que aumenta o produtividade do negócio.

Já pensou em aumentar o seu relacionamento com o cliente? Com a automação isso também é possível!

O consumidor pode conferir em tempo real cada detalhe da entrega do produto. E se a entrega não for feita, as informações são registradas e enviadas para a pessoa.

O seu negócio pertence ao ramo alimentício? A automação também está lá!

Por ter uma alta demanda, a sua principal matéria-prima é altamente perecível, então, pensamos  em uma automatização que ofereça vantagens como otimização do controle de pedidos, eficiência na gestão de estoque dos alimentos, categorização dos alimentos por peso, valor, condição de armazenamento e qualidade.

Todos os dias, a ouvidoria das empresas recebe um alto número de informações. E para que a função desse setor seja desempenhada com eficiência é preciso um sistema automatizado para: monitorar as respostas e tempo de atendimento, receber feedbacks, mensuração de satisfação do cliente e registrar as ocorrências.

A nossa plataforma é ideal para resolver todos os casos citados acima.

Além de trazer soluções inovadoras para o seu negócio e eliminar tarefas que antes eram feitas manualmente.

Converse com um de nossos atendentes e saiba mais!

 
05 abr 2017

Por que investir em um aplicativo para o meu negócio?

Você acha que aplicativos são apenas para as grandes marcas como NetShoes, Americanas e Magazine Luiza? Está completamente enganado!

As pequenas e médias empresas estão investindo cada vez mais em um aplicativo, sendo uma estratégia mais eficaz do que apenas um site responsivo.

Além do mais, por onde quer que você olhe verá que as pessoas estão com um smartphone em mãos. Esses motivos são suficientes para você pensar em criar um aplicativo, não é? Bom, eles estão sendo desenvolvidos para trazer mais comodidade para os usuários, ajudando a controlar as finanças, auxiliando o controle de doenças e diversas funções.

Aproximadamente, 44% das compras realizadas pela internet são feitas por meio de um aplicativo. A tecnologia permite que você esteja conectado 24 horas por dia, de qualquer lugar, e claro, comprando! Quer visibilidade e interação com seu negócio?

Veja 5 razões para investir na criação de um app para a sua empresa!

1 – Fidelize clientes

Quer forma melhor de estar próximo do seu cliente do que com um aplicativo de celular? Sempre que ele precisar de algo oferecido por você, onde ele irá buscar? Claro, no app! As suas compras irão aumentar e seu negócio investirá menos na retenção de sua cartela de clientes, tendo mais oportunidade para buscar novos.

2 – Sugestões

Como saber o que os seus clientes pensam sobre o seu serviço ou produto? Por meio de um aplicativo, você terá mais facilmente essa resposta. Com essa ferramenta, dá para saber sugestões, reclamações, ajuda para a sua melhorar suas políticas e ainda previne possíveis perdas de clientes. Viu, como é bem simples?

3 – Notificações

Vai fazer uma promoção? Quer uma maneira mais fácil do que receber uma notificação no próprio celular? Isso pode ser super atrativo para o seu negócio, que manda o aviso para muitas pessoas, além de ser verdadeiramente interessante para o próprio cliente. Porém, saiba utilizar esse recurso, com promoções verdadeiras e sem mandar uma notificação todos os dias.

Se você deseja lançar um novo produto, o aplicativo é a solução perfeita para isso! É bem mais fácil de avisá-los sobre qualquer novidade, aumentando o seu número de vendas. Uma boa estratégia pode ser um pré-lançamento, onde você consegue criar a curiosidade e o desejo pela mercadoria ou serviço antes mesmo do seu lançamento.

4 – Proximidade

Você estará com o seu cliente em qualquer lugar em que ele esteja. Esse é uma grande vantagem para o mercado atual. Com um aplicativo, você ficará mais próximo do seu cliente!

5 – Praticidade

O aplicativo ajuda na relação comercial da sua empresa, pois ele encurta caminhos e agiliza os processos de compra e venda na internet. Por exemplo, os apps de restaurantes, pizzarias e lanchonetes, aumentaram as vendas por meio dessa ferramenta, pois permite menos chance de equívocos e erros.

Conseguimos te convencer a investir no aplicativo para o seu negócio? Quer saber quanto custa um aplicativo? Acesse aqui nossa calculadora, é grátis e rápido!

Saiba mais sobre os nossos serviços na nossa página do Facebook > www.facebook.com/aplicativosmarketing

 
09 mar 2017

Mobilidade Corporativa: 6 dicas para implementar em seu negócio

Redução de custos para a empresa e aumento da produtividade. Esses são alguns dos benefícios de uma das grandes tendências de um novo estilo de trabalhar: a mobilidade corporativa. Muitas empresas já estão no caminho certo para ser mais conectada e interativa, porém esse processo não é fácil.

Por exemplo, a empresa Supricel Logística implementou um modelo de mobilidade que entrega smartphones aos motoristas com uma aplicação, que faz o acompanhamento da frota e análise de tráfego. Desse modo, o motorista consegue tirar fotos de peças que deram defeito no meio da estrada e enviar para a organização, para que seja providenciado a compra da peça e acione a manutenção do veículo. Só que nem tudo são flores! Para chegar na implementação do projeto de mobilidade teve muita discussão.

Quer implementar a mobilidade corporativa na sua empresa e não sabe como? Nós vamos te ensinar 6 passos para começar agora mesmo!

Primeiro passo: analise sua maturidade?

Nós já falamos que a mobilidade é tendência do mercado, mas você não precisa adotar apenas ‘porque todo mundo está investindo’.  Isso não é benéfico para você! Converse com a área de finanças da sua empresa, saiba o quanto vocês poderão investir, o quanto esperam de retorno e como veem a movimentação em termos de negócios. Só assim, você poderá seguir para o próximo passo!

Segundo passo: desenvolvimento

Mobilidade não é só pensar em iOS, Android e Windows Phone. É ver qual será o layout de acordo com a identidade da sua empresa, como ter uma interface simples e intuitiva e quais funcionalidades que você precisará no aplicativo.

Dedique o seu tempo no desenvolvimento e criação da plataforma, se for preciso refaça quantas vezes for necessário. É importante que tudo saia conforme o planejado!

Terceiro passo: invista em diversas estratégias digitais

Com o investimento em mobilidade, você terá que fazer uma mudança cultural na forma de trabalhar dos seus colaboradores. A melhor opção é mostrar a sua estratégias no mundo digital como mídias sociais e plataformas de colaboração, por exemplo.

Quarto passo: expanda os seus pensamentos

A área de TI deve se relacionar com os outros departamentos, assim como ter a capacidade de ouvir outras ideias e pontos de vistas.

Quinto passo: mostre, não conte

Se você busca o sucesso da sua plataforma, é necessário que não crie nenhuma expectativa entre os usuários. Para evitar qualquer tipo de problema, desenvolva o projeto com um certo número de colaboradores e só apresente ao resto da equipe quando tudo já estiver pronto!

Sexto passo: aproxime-se do seu público

Antes de implementar um projeto de mobilidade corporativa em seu negócio, faça uma pesquisa interna para saber se seria viável uma plataforma na empresa. A partir disso, você irá saber se valerá a pena!

Implementar medidas de mobilidade corporativa dentro da empresa é a etapa mais difícil. O ponto de partida é procurar soluções de sucesso em outras organizações. Mas, lembre-se: o que deu certo em uma empresa não necessariamente se encaixa bem em outra.

Então, entre em contato com a gente e saiba o melhor modelo para a sua empresa!

09 mar 2017

Mobilidade Corporativa: por que implementar o nosso aplicativo na sua empresa?

No mundo corporativo, a comunicação móvel está automatizando processos, conectando colaboradores, aumentando a produtividade e fazendo com o que trabalho se torne mais rápido e inovador. Os computadores estão sendo substituídos pelos dispositivos móveis seja em reuniões, visitas de campo ou qualquer outro lugar, basta estarem conectados por redes 3G, 4G ou Wi-Fi.

É bem comum você acessar o e-mail, compartilhar arquivos e aprovar processos pelo celular, não é? Bom, isso só é possível com a tecnologia e a adoção do conceito de mobilidade corporativa.

A mobilidade é o entendimento de como as pessoas, processos e tecnologia se interagem para fazer o trabalho melhor. Para as pessoas, é o acesso fácil às informações e aplicações independentemente do local, hora ou dispositivo. Já os processos, são as soluções com custo efeito que melhoram a eficiência para alcançar os objetivos de melhoria da satisfação dos clientes e redução de custos operacionais. Entendeu?

Hoje, mais de 70% das empresas com mais de cem colaboradores já utilizam celulares e smartphones corporativos. Segundo a pesquisa “Conectividade das Empresas do Brasil”, realizada pelo Teleco e pela Embratel com 400 companhias, destas 41% contratam também plano de dados.

Outro avanço da mobilidade no Brasil é o crescimento da base de usuários de celulares. Dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) mostram que o Brasil terminou dezembro de 2016 com 244,1 milhões de linhas móveis em serviço.

Conheça algumas vantagens que uma empresa pode ter ao adotar e implementar o aplicativo de Ordem de Serviços da App Marketing:

1  – Checklist

O checklist dos itens é essencial para o gerenciamento de equipes em campos, com o aplicativo você minimizará o tempo e recursos de um processo. Além de ajudar a reduzir os gastos.

2 – Mensuração de dados

Você dá importância às estatísticas e dados do seu negócio? É por meio dele que você pode tomar as melhores decisões e estratégias. Saiba mensurar e analisar os resultados com o nosso aplicativo!

3 – Gestão de equipes em campo

O aplicativo de Ordem de Serviços da App Marketing, além de aumentar a produtividade de sua empresa, possibilita monitorar sua equipe externa pelo celular, em tempo real.

4 – Centralização das informações

O aplicativo de Ordem de Serviços possibilita a centralização de todas as informações citadas acima em um local de fácil acesso, com rápidos relatórios para acompanhamento da empresa.

Quer facilitar o processo interno e reduzir os custos do seu negócio?

Conheça mais sobre a nossa plataforma aqui em nosso site.

14 fev 2017

Como a tecnologia pode mudar o Marketing da sua empresa?

Você sabe da importância da área de Marketing para o seu negócio?

Ela é responsável pela criação e execução do planejamento estratégico, entendimento das necessidades do público, estudo da concorrência e cuidado com a marca.

Além disso, o Marketing é importante na geração de leads qualificados, relacionamento com os prospects e também com os próprios clientes.

O departamento também acompanha desde a geração e nutrição do lead, a conversão em cliente e o acompanhamento da sua expansão.

O Marketing também demanda muitas tarefas, análises e ações para as campanhas a serem criadas.

Veja só: quanto tempo você levaria para fazer tudo o que citamos acima? Quantas pessoas a equipe precisaria? Seria possível executar todas essas tarefas e realizar todas as ações?

Bom, podemos te dizer que um ótimo aliado ao Marketing é a tecnologia.

São diversas ferramentas no mercado que podem ajudar na execução de campanhas e, até mesmo na hora de elaborar ações criativas para o seu público-alvo e se diferenciar da concorrência.

A tecnologia e o marketing formam uma combinação cada vez mais essencial em ações estratégicas. Repare em algumas das principais empresas de tecnologia do mundo, principalmente as lançadas nos últimos 20 anos, elas têm revolucionando a forma como temos feito negócios.

O Facebook e Google são um dos canais mais indispensáveis para campanhas de performance,  o Adwords, Gshopping e Remarketing, são algumas das soluções que fazem parte do plano das empresas.

Diante desse cenário diversas empresas tiveram que se adaptar a essa nova realidade. Com a entrada da tecnologia, a gestão e a execução de campanhas tornou tudo mais simples, porém exigiram novos conhecimentos e ampliou ainda mais a atuação do marketing.

Vamos ver as vantagens da tecnologia para o Marketing do seu negócio?

Você vai oferecer um novo serviço, uma oferta especial para o seu público direcionando para uma operação de call center. Com o uso da tecnologia, você dispara várias chamadas telefônicas de forma automática (uma forma bem mais simples e produtiva do que se fosse feito manualmente). Antes de fazer esses disparos, é ideal que você tenha um mailing atualizado e seja direcionado para o público da campanha. Detalhes como esse fazem a diferença no resultado.

Outra tecnologia que também faz toda a diferença no negócio é o SMS push. Ele envia mensagens para optou para receber mensagens da empresa. O interessante do programa é que a pessoa precisa necessariamente interagir com a mensagem.

A tecnologia é uma grande aliada na campanha. Ela nos permite entender os resultados e, com ela, você terá uma aderência mais rápida das pessoas podendo chegar ao objetivo de forma de prática.

Entendeu como a tecnologia é uma ótima forma de viabilizar as suas campanhas? Nós temos diversas plataformas para facilitar o dia a dia da sua empresa. Entre em contato e saiba mais!

 
25 jan 2017

Inteligência no marketing: como desenvolver ações para a empresa?

Muitos líderes têm em mãos diversas informações essenciais para o crescimento da empresa, porém acabam perdendo muito tempo para estudá-las e, com isso, desperdiçam dinheiro e esforço em iniciativas sem retorno.

Já outros até têm tempo, mas não sabe exatamente o que fazer com elas.

O dia a dia das empresas é bastante puxado, com diversas responsabilidades, metas e prazos a serem cumpridos.

Então, os gestores e colaboradores acabam perdendo essa riqueza que poderia ser um grande aliado.

O que poderia ajudá-lo na leitura dos dados?

É aí que entra a visão de especialistas para transformar essas informações em campanhas de marketing e estratégias de negócio para a sua empresa. Ou melhor, a consultoria de marketing científico é a melhor estratégia, pois ela utiliza a ciência para analisar os dados aparentemente abstratos.

Veja bem: se você ignora a leitura dos dados da sua empresa, o seu concorrente aproveita a oportunidade e sai na frente.

Não dá para perder tempo, certo? Quem utiliza estratégia de marketing definida apenas pela sua intuição e achismo, acaba fracassando lá na frente (causando grandes prejuízos para o seu negócio).

Quer ver como uma leitura correta dos seus dados pode ajudar na sua empresa?

Você definirá melhor o seu público-alvo de marketing e o posicionamento da marca, os produtos e serviços que não estão obtendo lucros, asa campanhas que não deram certo, as promoções desnecessárias, e verba destinada ao marketing utilizada de maneira errada. Você não quer ver isso acontecendo na sua empresa, não é?

Muitas empresas já estão procurando analisar essas informações para economizar tempo e dinheiro. Mas, aí entra um outro pensamento: por que não investir certo da primeira vez, ao invés de colocar esforços, mais tempo e muito dinheiro em diversas ações sem retorno? Faça tudo dar certo de primeira, mas com embasamento técnico, científico e analítico!

Procure destinar um pouco da verba para o sucesso das suas ações de marketing. Não é apenas fazer uma campanha pontual.

Nesse caso, estamos falando de marketing como um lançamento de produtos, posicionamento de preço, identificação de público-alvo e relacionamento com o stakeholders.

Com uma consultoria de marketing científico, você irá abrir as portas para outras ideias e dar suporte para a sua empresa tomar as melhores decisões.

Com o auxílio da ciência e ferramentas de mensuração e interpretação. É bem simples, não é?

Não deixe que a sua empresa afunde só porque não soube ter ações assertivas e não explorou bem a leitura de dados.

Conte com a gente para realizar esse serviço!

16 ago 2016

Multi Channel, Cross Channel e Omni Channel, entenda a diferença

Hoje, ter um único canal de venda já não é suficiente. As pessoas estão cada vez mais conectadas e buscam opções, e a marca que não estiver preparada pra isso vai ficar para trás.

Se tratando de venda e experiência de compra, já faz um tempo que temos três principais definições de “canais”.

Descubra a diferença entre eles: Multi Channel, Cross Channel e Omni Channel.

Multi Channel

Diferente do single channel, multi channel caracteriza qualquer plataforma que trabalhe com mais de um canal.

Exemplo: Uma pessoa pode adquirir um produto em lojas físicas , sites e commerce , resposta de voz interativa (IVR) de telefone , e-mail ou aplicativos móveis .

Ser multi channel hoje é dar possibilidades,  é ter seus produtos mais expostos para o consumidor em situações e momentos diferentes.

Quem lembra daquelas vendas por  catálogos em que somente revendedoras podiam fazer os pedidos dos produtos? Pois é… não mais.

Hoje a maioria das vezes, existe  uma distribuidora física ou a opção de compra online.

Cross Channel

Uma evolução do sistema multi cannel, é uma forma de interação entre esses canais, que ajudam a suavizar a experiência de usuários, onde mais de um  canal é usado para a mesma transação.

Canais deixam de ser concorrentes e acabam de tornando complementares.

Exemplo: O cliente pode ler sobre um produto em um catálogo, pesquisar e comprá-lo online, ou buscá-lo em uma loja física, interagindo de forma eficaz através de vários canais, desde a informação até a compra efetiva.

Pode também ganhar um cupom de desconto para comprar roupas, ir prova las na loja e finalizar a compra online para não perder lo.

Existem também as empresas que optam por liberar esse benefício através de prints no próprio celular.

A pessoa também pode fazer uma compra por um dispositivo e optar por retirar em uma loja física.

Omni Channel

Caracteriza a utilização de mais de um canal simultaneamente*. É uma estratégia que estreita o a venda on e off line, muitas vezes mesclando a.

O cliente se torna o centro do processo, tendo todas as facilidades colocadas a sua frente.

Nesse tipo de canal, as ofertas são dispostas baseadas em seus gostos e experiências, identificadas através de histórico de compras, contatos e dados diversos (Redes sociais, cadastro por formulários, cadastros feitos em balcões em loja física…) , sua forma favorita de comprar e já se mostrar nesse canal.

Exemplo: Um cliente que faz contatos com a empresa através de seu telefone celular, irá receber alertas de voz, já que a plataforma identificou-o como o meio preferido.

Existe também o uso simultâneo de canais no ato da compra, quando temos por exemplo, em uma loja física o uso de tablets próximos aos produtos, com sistema desenvolvido para mostrar informações de dentro e fora do site, depoimentos, e dúvidas frequentes, as vezes substituindo o próprio vendedor.

Há também as que vão além e utilizam de tecnologias de inteligência superior, como esse app que simulam a sala do cliente com o móvel da loja.

Vendas se misturam em on/off em momentos em que o cliente vai até uma loja, não encontra o produto específico, mas já sai de la com a compra realizada online pelo ‘charmoso’ vendedor.

Fonte: Plugcitários

16 ago 2016

3 pilares essenciais do cross-channel marketing

Os consumidores já esperam interações relevantes em tempo real com as marcas: de um lado há a convergência das tecnologias dos anúncios e do marketing; do outro, profissionais que trabalham com seus parceiros de negócios para criar experiências integradas de marketing cross-channel. Dessa forma, os dados e ações dos clientes em todos os canais afetam as campanhas de e-mail, mobile, display e redes sociais.

As empresas devem integrar os dados para entender o comportamento dos clientes e utilizar as ferramentas corretas para aproximá-lo da marca.

Confira os três pontos necessários para evoluir na estratégia de marketing cross-channel:

Pilar 1 – Identificação

A qualidade dos dados é a base para as  campanhasde marketing cross-channel. Dessa forma, colocar os processos de gestão das informações no centro das decisões ajuda na entrega de uma experiência mais personalizada. De acordo com a pesquisa da Experian Data Quality, 97% das organizações procuram obter uma visão completa do seu cliente. Já no Relatório Digital Marketer, 81% dos profissionais enfrentam desafios para alcançar essa visão única. É preciso conectar diferentes dados e obter uma panorâmica dos clientes e prospects para criar experiência e contar uma história consistente em vários canais.

Pilar 2 – Conhecimento

Crie uma visão de 360 graus sobre o público-alvo para conhecê-lo profundamente. Aproveite as informações que a empresa já possui como hábitos comportamentais, utilize dados de terceiros, como pesquisas demográficas e estilos de vida, e até modelos preditivos para criar diferentes segmentos altamente personalizados. Enriquecer a base de dados certamente ajuda a aproximar o cliente da mensagem e da estratégia de contato da companhia.

Pilar 3 – Engajamento

Após enriquecer a base de dados dos clientes e criar interações, é hora de trabalhar com a tecnologia para enviar campanhas automáticas de marketing cross-channel nos dispositivos móveis, redes sociais, display  e e-mail marketing. Além disso, para analisar o desempenho dessas ações e maximizar os esforços é preciso testar seu planejamento. Afinal, sempre dá para melhorar.

Fonte: Serasa Experian