12 jun 2018

8 fatores que comprovam o crescimento do e-commerce no Brasil

O Brasil é um dos países que registra as maiores taxas de crescimento do e-commerce no mundo. E os grandes responsáveis por isso são as pequenas e médias lojas virtuais.

Um dos fatores desse crescimento é o maior acesso a internet e aos dispositivos móveis.

Saiba como levar sua e-commerce a falência em 7 passos.

Confira 8 fatores que comprovam o crescimento do e-commerce no Brasil.

O Crescimento do e-commerce no Brasil foi de 12%

O comércio eletrônico, em 2017, teve crescimento de 12% em relação a 2016.

Além disso, o e-commerce brasileiro deve crescer 15% em 2018 em relação ao mesmo período do ano passado, com previsão de faturamento de R$ 69 bilhões.

O faturamento do setor alcançou R$ 47,7 bilhões, em 2017

O faturamento do e-commerce, em 2017, foi de R$ 47,7 bilhões. Isso representa aumento de 7,5% em relação a 2016, quando o setor registrou R$ 44,4 bi.

Esse aumento dos números se deve aos 111,2 milhões de pedidos feitos nos e-commerces, ante 106,3 milhões do ano anterior. Isso é uma expansão de 5%.

Em 2017 o número de consumidores chegou a 55,15 milhões

A quantidade de consumidores ativos no país passou de 47,93 milhões, em 2016, para mais de 55 milhões em 2017. Esses dados representam  um aumento de aproximadamente 15%.

Os clientes ativos brasileiros realizaram pelo menos uma compra digital no ano.

Crescimento do dispositivo mobile para realizar as compras

27,3% das compras em 2017 foram feitas por  tablets ou smartphones. Isso reforça a expansão desses canais na preferência dos consumidores.

O marketplace foi responsável por 31,5% das vendas

Em 2017 houve o  fortalecimento das transações realizadas em marketplaces.

Considerando o mercado total de bens de consumo, o segmento atingiu R$ 73,4 bilhões. O crescimento foi de 21,9% em relação a 2016.

Compras à vista cresceram e representam 49,8% do total das vendas

49,8% das compras feitas em 2017, foram pagas à vista.

E as transações parceladas em 2 ou 3 vezes representam 18,7% do volume total, enquanto parcelamentos entre 4 e 12 vezes significam 31,5%.

58,5% das vendas foram para visitantes que retornaram

58,5% das vendas realizadas em 2017, foram para visitantes que retornaram aos e-commerces. E cerca de  41,5% das operações são de clientes novos.

Esses dados significam que as lojas virtuais estão conseguindo uma maior aproximação com seus consumidores e reforçando seus relacionamentos.

Porém, cerca de  77% dos clientes fez uma só compra no ano e isso indica a necessidade de um maior esforço dos comerciantes em elevar a taxa de recorrência nas aquisições.

Perfil dos compradores é majoritariamente feminino

As compras realizadas por mulheres são predominantes nas compras online realizadas em 2017

A participação feminina foi de 50,6%, contra 49,4% da masculina.

*Todos os dados foram baseados nas pesquisas realizadas pelo Atlas, Ebit e Elo.

Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários.
0 Comentário

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.