Tag Archives: transformação digital

09 jul 2018

Geolocalização: visitas a estabelecimentos durante os jogos do Brasil na Copa 2018

Foi comum nos bate-papos com empreendedores, ouvirmos sobre a queda do faturamento nos dias de jogos do Brasil na Copa, mas será que realmente os empreendedores estão atentos a estes eventos, ou simplesmente amargam os prejuízos quando os mesmos acontecem?

Nessa época de jogos da Copa, é comum observar, por exemplo, bares e restaurantes decorados e repletos de torcedores dispostos a desembolsar mais do que estão acostumados. Mas será que o movimento de estabelecimentos como os citados acima realmente aumenta em dias de jogos do Brasil? Ou será que eles chamam nossa atenção apenas por estarem no clima da competição? Você já observou que muitas pessoas preferiram assistir aos jogos do Brasil de casa?

Veja o que é possível medir utilizando os recursos de “geolocalização”

A geolocalização é um conceito relativamente novo que tem proliferado aproximadamente há dois anos. Refere-se ao conhecimento da própria localização geográfica de modo automático por exemplo através do seu smartphone. Essa geolocalização geralmente funciona através de conexão sem fio e coordenadas de um GPS.  A maioria dos smartphones utilizam o GPS integrado para enviar as informações de localização. No caso de notebooks e desktops podem funcionar com a identificação do seu IP, que é capaz de informar o país, a cidade e o horário atual de onde você está.

Comparativos

Em todos os casos, foi comparado o fluxo de visitantes únicos de um dia específico com a média do mesmo dia nas seis semanas anteriores. As pesquisas foram realizadas pela In loco media.

Jogo Brasil vs Suíça – domingo, 17 de junho as 15 horas

Visto que o jogo do Brasil aconteceu num domingo, foi levantada a hipótese de que houve queda no fluxo nos shoppings considerando que as pessoas assistiriam ao jogo em casa. Neste caso foi comparado o fluxo do dia 17 com a média do fluxo de visitantes únicos nos shoppings nos seis domingos anteriores ao jogo a fim de verificar se houve variação significativa. Foi observado uma queda de 25% no fluxo de visitantes únicos no dia do jogo em comparação com a média dos últimos 6 domingos. Lojas de departamento, em geral, também tiveram uma redução no fluxo em 22% no dia do jogo em relação à média dos domingos anteriores.

Jogo Brasil vs Costa Rica – sexta, 22 de junho as 09 horas

Pelo horário da partida, esperávamos que as pessoas assistiriam ao jogo em casa e depois seguiriam para os compromissos do dia. Tal comportamento foi confirmado em todos os estabelecimentos da base de dados acompanhadas.

Jogo Brasil vs Sérvia – quarta, 27 de junho as 15 horas

Esperávamos que muitas pessoas iriam assistir ao jogo em bares e restaurantes após o término/interrupção da jornada de trabalho. Entretanto, foi identificado o oposto: Aproximadamente todos os estabelecimentos tiveram queda no fluxo de visitantes únicos. Tal comportamento sugere que, mesmo com o horário do jogo favorável, as pessoas não foram a bares ou espaços semelhantes. Foi constatado ainda que os escritórios de empresas tiveram uma diminuição de aproximadamente 30%. Lojas de departamento e shoppings tiveram uma queda semelhante a 39%.

Então, você sabe como é possível medir estes números?

Através das bases de aplicativos públicos e privados que estão disponíveis nos mais diversos segmentos utilizados pela maioria dos consumidores. E você? Ainda vai esperar a transformação digital atropelar o seu negócio ou vai se engajar nela?
04 jul 2018

Dados: O novo petróleo para os empreendedores

Extrair valor dos dados, que se multiplicam exponencialmente no mundo digital, não é fácil.

Implica estruturas organizadas, equipes multidisciplinares, conhecimento em gestão e tecnologia da informação, tudo isto alinhado com os objetivos da empresa. A transformação digital é um movimento imperioso que ganhou força nos últimos anos e, continuará em alta. Nenhuma empresa, continuará a se manter competitiva ou sobreviverá se não investir seriamente no seu próprio processo de disrupção. Desta forma, o nível de transformação digital será o principal qualificador das empresas líderes de mercado nos próximos cinco ou dez anos. O que será sinônimo de melhorias no desempenho no negócio, através de produtos, serviços e experiências aperfeiçoadas digitalmente. A transformação digital é muito abrangente e envolve uma mudança significativa no modelo mental e nos próprios conceitos da empresa. É basicamente uma questão de liderança, cultura, estratégia e gestão de talentos. Pensar em transformação digital e presumir que todos os colaboradores se vão adaptar às mudanças facilmente e sem impacto em produtividade é um dos maiores erros que as organizações cometem. Para gerar novas propostas de valor ao cliente ou transformar os respectivos modelos operacionais, as empresas precisam de desenvolver novas capacidades e modelos de negócios inovadores e cross-channel. A capacidade de construir imediatismo e capacidade de resposta em modelos comerciais de maneiras novas e não convencionais, devem passar a ser “a maneira habitual” de impulsionar as organizações a imaginarem novas experiências aos clientes. Isso passa por explorar dados e informações com mais velocidade, através de sistemas em nuvens, mobilidade e tecnologias abertas, para lidar com a agilidade do mercado e com as ameaças competitivas.

O novo petróleo do mundo são os dados, mas extrair valor dele não é fácil.

Pelo menos para aquelas organizações que não estão preparadas para atuar neste mundo digital. Mas ainda há tempo, associe o seu negócio a AppMarketing e comprove como o conhecimento é a bola da vez quando falamos de inovação. Entre em contato, podemos ajudar você e o seu negócio neste novo cenário digital.