Tag Archives: Dados

04 jul 2018

Dados: O novo petróleo para os empreendedores

Extrair valor dos dados, que se multiplicam exponencialmente no mundo digital, não é fácil.

Implica estruturas organizadas, equipes multidisciplinares, conhecimento em gestão e tecnologia da informação, tudo isto alinhado com os objetivos da empresa. A transformação digital é um movimento imperioso que ganhou força nos últimos anos e, continuará em alta. Nenhuma empresa, continuará a se manter competitiva ou sobreviverá se não investir seriamente no seu próprio processo de disrupção. Desta forma, o nível de transformação digital será o principal qualificador das empresas líderes de mercado nos próximos cinco ou dez anos. O que será sinônimo de melhorias no desempenho no negócio, através de produtos, serviços e experiências aperfeiçoadas digitalmente. A transformação digital é muito abrangente e envolve uma mudança significativa no modelo mental e nos próprios conceitos da empresa. É basicamente uma questão de liderança, cultura, estratégia e gestão de talentos. Pensar em transformação digital e presumir que todos os colaboradores se vão adaptar às mudanças facilmente e sem impacto em produtividade é um dos maiores erros que as organizações cometem. Para gerar novas propostas de valor ao cliente ou transformar os respectivos modelos operacionais, as empresas precisam de desenvolver novas capacidades e modelos de negócios inovadores e cross-channel. A capacidade de construir imediatismo e capacidade de resposta em modelos comerciais de maneiras novas e não convencionais, devem passar a ser “a maneira habitual” de impulsionar as organizações a imaginarem novas experiências aos clientes. Isso passa por explorar dados e informações com mais velocidade, através de sistemas em nuvens, mobilidade e tecnologias abertas, para lidar com a agilidade do mercado e com as ameaças competitivas.

O novo petróleo do mundo são os dados, mas extrair valor dele não é fácil.

Pelo menos para aquelas organizações que não estão preparadas para atuar neste mundo digital. Mas ainda há tempo, associe o seu negócio a AppMarketing e comprove como o conhecimento é a bola da vez quando falamos de inovação. Entre em contato, podemos ajudar você e o seu negócio neste novo cenário digital.
13 mar 2017

Cross Channel: uma forma de unir o online e off-line

Já imaginou criar uma campanha com interações entre os mundos online e offline? Até pouco tempo atrás, isso era algo bem distante da nossa realidade. Hoje, não mais. Diversas marcas já começaram a utilizar a tecnologia para unir o digital e físico, mas tudo de maneira bem natural e simultânea.

Essa ligação entre os dois mundos é chamada de Cross Channel (cruzamento de dados) e tem mudado o comportamento de diversas empresas, fazendo com que eles utilizem o digital em seus negócios. Depois de começar a investir em estratégias digitais e em inovação, você nunca mais vai querer olhar para trás!

O Cross Channel propõe a interação entre os canais, ou melhor, a solução para a comunicação tem que ser integralizada, visando atrair e conquistar consumidores, multicanais de alto valor e também públicos diferentes em canais diferentes, fazendo com o que o seu negócio cresça.

Dessa forma, você irá unir as ações de marketing com outras atividades comerciais promovendo uma interação entre os canais.

No off-line, era difícil de saber o perfil e preferências do consumidor. Já hoje, a tecnologia consegue rastrear os dados sobre o perfil e a trajetória do consumidor. Essas informações traz uma oportunidade de realizar uma experiência única para o cliente, além de ser fundamental na elaboração de novas campanhas.

Quer saber como fazer uma interação on/off com o seu consumidor, em tempo real?

Analytics: O marketing precisa entregar um benefício para o consumidor sabendo onde ele está inserido. Conheça a sua necessidade + desejo + demanda. Assim, você irá encontrar um jeito de influenciar os desejos dos consumidores. Analise os dados para entender perfeitamente os desejos e impactá-los na hora certa.

Experiência do Usuário: Você consegue acompanhar o comportamento e perfil do consumidor, por meio do Analytics. Mas, é preciso entender as suas preferências e o que busca no digital. Pense em quais lojas concorrentes ele visita e por quê? O que faz esse cliente depois ter as informações sobre o produto? O que o varejista irá fazer com os dados do consumidor em mãos? Leve uma mensagem bem mais relevante e contextualizada para ele.

Expertise: Você vai precisar contar com o apoio de especialistas em digital. Eles vão poder ajudá-lo a entender melhor o comportamento dos consumidores, combinando diversas tecnologias em estratégias. Essa é uma das melhores maneiras de conhecer o seu cliente e o seus interesse.

Valor: Primeiramente, preço não tem nada a ver com valor. Quando o seu produto/serviço gera valor, o cliente não se importa com o preço.

A lógica é: você está oferecendo algo bom e que ele precisa. Faça uma oferta de produtos no momento em que dele deseja comprar. Pense em quais ações podem resultar em algo positivo.

Dessa forma, você saberá o gosto e as ofertas que interessam o seu consumidor!

13 mar 2017

Como atrair novos clientes usando a tecnologia?

Fazer com que a sua marca seja consolidada na internet não é uma tarefa fácil. Existem inúmeras plataformas on-line para ajudar neste processo, porém existe uma barreira que é a mais difícil de alcançar: o público.

E aí, será que você sabe como atrair clientes e seguidores para o seu negócio?

Em uma era onde as pessoas estão super conectadas, os rastros digitais (registros que a pessoa acumula ao longo da vida na internet, seja em sites de pesquisas, grupos abertos e fechados, e em todo e qualquer tipo de rede social. Geralmente, são informações que, com o passar dos anos, acabam esquecidas) são fatores decisivos para a eficiência de uma estratégia de Marketing. E com o grande número desse tipo de informação, só com o auxílio da inteligência artificial para transformar esses dados em conhecimento.

Quer saber as quatro tendências que começarão a se consolidar no ano de 2017 para prospectar novos clientes?

1 – Dados

Que nós estamos cada dia mais conectados não é novidade para ninguém. Os dados captados sobre os nossos consumidores são importantes para entender o que eles buscam e que estratégias podem ser desenvolvidas para conquistá-los. Com os resultados obtidos, a área de Marketing validam as suas ações e objetivos.

Porém, isso não vale especificamente para o Marketing. O departamento de vendas também precisa desses dados para propor novas estratégias para os clientes. Os dois setores trabalhando juntos é a garantia do sucesso da empresa!

2 – B2B e B2C

As pessoas da área de Marketing conseguem analisar os dados e insights ao longo de todo o histórico online do cliente, o que melhora os processos de vendas.

Mas, para chegar lá no topo, esses profissionais precisam entender todos os caminhos que o consumidor pode chegar.

Se a empresa for B2B, é ideal que as estratégias de engajamento sejam bem mais sucedidas para os comerciantes B2C.

E os comerciantes que estão direcionados aos consumidores (B2C), é essencial manter o funil de vendas, estratégicas de gerenciamento para novos clientes e pontos de contato do consumidor que orientam os comerciantes B2B em mente.

Quando os clientes são fidelizados, a capacidade de mapear as suas ofertas ficam mais fáceis. O CMO (Diretor de Marketing) precisa avaliar atenciosamente o conteúdo que trabalha bem em todo o funil de vendas para entregar resultados consistentes e descobrir os potenciais clientes através da sua primeira compra. Isso serve para B2B e B2C.

3 – Martech

Hoje a palavra de ordem é: redução. Mas, como você reduz custos e aumenta a receita do negócio? Por isso, surge a necessidade de ecossistemas mais inovadores e conectados capazes de compilar os dados, fazendo com que as ferramentas seja mais eficiente e eficaz.

Aos poucos, a maioria dos profissionais ainda terá sistemas de automação de marketing e CRM separados, mas a duplicação de outros softwares irá diminuir porque os líderes exigirão um controle mais centralizado dos dados dos clientes. Isso garantirá muitos benefícios para o negócio (menos ferramentas = menos relatórios diferentes).

Além de cada área da empresa, poderá basear-se em suas decisões nos mesmos dados, incluindo redução de custos e impacto no crescimento da receita.

4 – CMO E CIO

Com a tecnologia, o processo de formulação e decisão das estratégias de Marketing ficaram mais fáceis. Para isso, é importante a união ainda mais dos profissionais de Marketing com os de Tecnologia da Informação.

Os dois precisam conseguir uma visão consolidada das informações dos clientes, o que requer TI, Marketing e até mesmo vendas e outros departamentos para garantir um conjunto de dados para cada grupo.

Se isso é alcançado, as áreas precisam se alinhar também em torno de um conjunto de métricas e estratégias para trabalhar em prol do mesmo objetivo.

Essa união irá fazer com que o papel do CMO mude rapidamente. E com o Martech se consolidando e a visão dos dados da empresa, as informações poderão ser mapeadas com precisão e usadas para acelerar o processo de vendas.

Assim, o profissional de Marketing já estará ciente de todos os passos na hora da compra e como isso afeta o processo de Marketing.

Se você quer entender melhor como funciona essas tendências, basta entrar em contato com a gente!

25 jan 2017

Inteligência no marketing: como desenvolver ações para a empresa?

Muitos líderes têm em mãos diversas informações essenciais para o crescimento da empresa, porém acabam perdendo muito tempo para estudá-las e, com isso, desperdiçam dinheiro e esforço em iniciativas sem retorno.

Já outros até têm tempo, mas não sabe exatamente o que fazer com elas.

O dia a dia das empresas é bastante puxado, com diversas responsabilidades, metas e prazos a serem cumpridos.

Então, os gestores e colaboradores acabam perdendo essa riqueza que poderia ser um grande aliado.

O que poderia ajudá-lo na leitura dos dados?

É aí que entra a visão de especialistas para transformar essas informações em campanhas de marketing e estratégias de negócio para a sua empresa. Ou melhor, a consultoria de marketing científico é a melhor estratégia, pois ela utiliza a ciência para analisar os dados aparentemente abstratos.

Veja bem: se você ignora a leitura dos dados da sua empresa, o seu concorrente aproveita a oportunidade e sai na frente.

Não dá para perder tempo, certo? Quem utiliza estratégia de marketing definida apenas pela sua intuição e achismo, acaba fracassando lá na frente (causando grandes prejuízos para o seu negócio).

Quer ver como uma leitura correta dos seus dados pode ajudar na sua empresa?

Você definirá melhor o seu público-alvo de marketing e o posicionamento da marca, os produtos e serviços que não estão obtendo lucros, asa campanhas que não deram certo, as promoções desnecessárias, e verba destinada ao marketing utilizada de maneira errada. Você não quer ver isso acontecendo na sua empresa, não é?

Muitas empresas já estão procurando analisar essas informações para economizar tempo e dinheiro. Mas, aí entra um outro pensamento: por que não investir certo da primeira vez, ao invés de colocar esforços, mais tempo e muito dinheiro em diversas ações sem retorno? Faça tudo dar certo de primeira, mas com embasamento técnico, científico e analítico!

Procure destinar um pouco da verba para o sucesso das suas ações de marketing. Não é apenas fazer uma campanha pontual.

Nesse caso, estamos falando de marketing como um lançamento de produtos, posicionamento de preço, identificação de público-alvo e relacionamento com o stakeholders.

Com uma consultoria de marketing científico, você irá abrir as portas para outras ideias e dar suporte para a sua empresa tomar as melhores decisões.

Com o auxílio da ciência e ferramentas de mensuração e interpretação. É bem simples, não é?

Não deixe que a sua empresa afunde só porque não soube ter ações assertivas e não explorou bem a leitura de dados.

Conte com a gente para realizar esse serviço!