Tag Archives: Negócio

03 jul 2017

Por que investir em um app para a sua ideia?

Você já ouviu falar em ‘startup’? Não existe uma tradução oficial para ‘startup’, mas ela pode ser considerada “uma empresa emergente de grande potencial”, ou seja, “uma empresa projetada para ser grande desde o início”.

Mas, se você pensou: não é isso que todo empreendedor quer para o seu negócio? Não. Se você optar para ter um modelo de negócio escalável, é necessário muito trabalho e planejamento. E nem todo empresário pensa dessa forma para o seu negócio. A empresa pode permanecer pequena e controlável, e não tem nada de errado nisso.

Para a empresa ser grande e com um alto potencial de crescimento, uma oportunidade deve ser identificada. Nesse caso, é melhor definirmos como ‘a solução para um problema’. A startup necessita de investimento e trabalho árduo, e ainda assim, ter um grande risco por ser tratar de uma organização totalmente moderna.

O modelo de negócio escalável também precisa de investidores para apostarem na sua empresa e na sua ideia. Os colaboradores de uma startup vivem um cenário de incertezas, pois não há como afirmar se o projeto realmente irá dar certo. Então, eles precisam ser insistentes para trabalhar em prol do sucesso. A empresa deve ser planejada para crescer  em receita e continuar com baixos cursos, sem influenciar no modelo de negócio.

Qual é a sua ideia para um modelo de negócio escalável?

É bem comum as pessoas pensarem que as ideias inovadoras geram um grande lucro. Afinal, o criador do Facebook, YouTube e WhatsApp ficaram ricos. Uma das maiores ilusões é achar que a sua ideia vale alguma coisa.

No início, os criadores do YouTube ganharam muito dinheiro porque mostraram para ao Google? Antes, o Google tinha criado o “Google videos” e competia com o YouTube. Ao mesmo tempo, o YouTube já estava no mercado e tinha usuários. Hoje, você não acessa ao Google Vídeos porque ele não existe e a conta do Google já está vinculada ao YouTube.

Nós sempre ajudamos as pessoas a apostarem em ideias novas, principalmente de aplicativos. Só que sem força de vontade da própria pessoa, sem pesquisa, sem uma execução bem feita, não vai adiantar nada. Por mais que você ache que a sua ideia seja boa, ela somente será um sucesso se outros verem algo interessante ali.

E sobre desenvolvimento de aplicativos, nós só sabemos o potencial da ideia no momento que temos o projeto executado. Não por completo, mas algo mais simplificado, mas que tenha a essência da ideia. O projeto enxuto é o que nós chamamos de MVP (menos produto viável). São os usuários que vão dizer se o produto é bom e se a ideia realmente é útil.

Quer investir em um app para a sua ideia? Fazer um MVP? Use nossa calculadora para simular seu projeto.

19 abr 2017

Força de vendas: por que implantar um sistema de automação no seu negócio?

Já pensou em investir em uma automatização de força de vendas para o seu negócio?

Com um bom sistema de força de vendas, você consegue automatizar as tarefas de negócios como controle de inventário, processamento de vendas, acompanhamento de interações com o cliente e as previsões de vendas e análise de desempenho. Além de facilitar rotinas de um negócio nas mais variadas áreas e fornecer um suporte melhor para os seus clientes e funcionários.

Quer garantir sucesso ao implementar um app de força de venda para o seu negócio? Acompanhe o nosso artigo!

Para que você tenha sucesso na automação da força de vendas, defina o melhor modelo de smartphone. Opte por um aparelho com a tela com o mínimo do tamanho necessário para não prejudicar o bom uso do sistema. Se ele for menor e mais barato, será mais fácil para o transporte e manuseio. O desenvolvimento de sistema de força de vendas para Android costuma ser mais barato do que para iOS (lembre-se disso ao escolher o sistema operacional do seu smartphone). Não se esqueça de comprar um celular com acesso às redes 3G/4G e com boa duração de bateria.

Observe o ambiente e as condições de uso dos smartphone pela força de vendas. Ele deve ser resistente à choque, poeira e umidade. Compre pelo modelo de comodato ou por venda subsidiada de operadoras, pois costuma sair bem mais em conta do que em loja.

Quem pode utilizar o sistema de força de venda?

Se a sua empresa trabalha no ramo comercial e mexe diariamente com compras e vendas ou pretende investir em um canal mais eficiente de atendimento ao cliente, você pode investir no sistema de força de venda. Dessa forma, poderá usufruir dos dados e perfil do cliente para criar novas estratégias e comparar os desempenhos da empresa em um determinado período.

Como escolher o aplicativo de automação de forças de vendas?

Com um sistema de força de vendas, você integrará todas as áreas da empresa. Garanta que todo o sistema seja compatível com o banco de dados que vocês já tiverem adotando. Mas, se o seu sistema corporativo já foi implantado, e já tiverem os sistemas de input e gestão dos pedidos de vendas, você terá que redobrar a atenção.

Custo x benefício

Levando em conta a compatibilidade, pode ser necessário fazer uma integração com os sistemas legados e uma avaliação do custo e benefício da automação. Você deve levar em conta a facilidade de uso, disponibilidade e confiabilidade do app e fornecedor, custo do sistema, condições de manutenção e suporte técnico de pré e pós vendas, funcionalidades do sistema, capacidade de atender às demandas e objetivo de sua implantação e desempenho. Mas, se for necessário a integração com sistemas legados, a compatibilidade e suporte do fornecedor são fundamentais! Preste bem atenção!

Com o sistema de força de vendas, você fará que os seus vendedores sejam mais produtivos e a sua empresa mais ágil.

Quer saber mais sobre força de vendas? Entre em contato com a gente e saiba mais!

 
13 abr 2017

Como a automação de processos pode ajudar no meu negócio?

Já ouviu falar em automação de processos?

Se você nunca ouviu falar, saiba que está mais presente na sua vida do que você imagina.

 Lembra daquelas atividades que eram feitas de forma trabalhosa e hoje é com um simples toque de tela no celular? Então, elas também fazem parte da automatização de processos!

Quer saber como a automatização pode facilitar o seu dia a dia na empresa?

A automação está ligada à utilização da tecnologia, sistemas e processamento de dados em benefício de controles e processos operacionais do cotidiano de um negócio, utilizando a automatização para substituir tarefas manuais.

Por que investir em automação de processos?

 Bom, com a automação, você reduz o tempo de produção e atividades operacionais, permite o gerenciamento de processos e integração de multiplataformas, realiza o monitoramento de resultados em tempo real e ajuda a otimizar a tomada de decisões.

Se você possui um e-commerce e precisa emitir um grande número de notas fiscais de cada venda desperdiçando tempo e recursos, com a automação de processos isso acabaria.

O sistema inteligente e independente evita de um usuário realizar o trabalho manualmente, o que aumenta o produtividade do negócio.

Já pensou em aumentar o seu relacionamento com o cliente? Com a automação isso também é possível!

O consumidor pode conferir em tempo real cada detalhe da entrega do produto. E se a entrega não for feita, as informações são registradas e enviadas para a pessoa.

O seu negócio pertence ao ramo alimentício? A automação também está lá!

Por ter uma alta demanda, a sua principal matéria-prima é altamente perecível, então, pensamos  em uma automatização que ofereça vantagens como otimização do controle de pedidos, eficiência na gestão de estoque dos alimentos, categorização dos alimentos por peso, valor, condição de armazenamento e qualidade.

Todos os dias, a ouvidoria das empresas recebe um alto número de informações. E para que a função desse setor seja desempenhada com eficiência é preciso um sistema automatizado para: monitorar as respostas e tempo de atendimento, receber feedbacks, mensuração de satisfação do cliente e registrar as ocorrências.

A nossa plataforma é ideal para resolver todos os casos citados acima.

Além de trazer soluções inovadoras para o seu negócio e eliminar tarefas que antes eram feitas manualmente.

Converse com um de nossos atendentes e saiba mais!

 
09 mar 2017

Mobilidade Corporativa: 6 dicas para implementar em seu negócio

Redução de custos para a empresa e aumento da produtividade. Esses são alguns dos benefícios de uma das grandes tendências de um novo estilo de trabalhar: a mobilidade corporativa. Muitas empresas já estão no caminho certo para ser mais conectada e interativa, porém esse processo não é fácil.

Por exemplo, a empresa Supricel Logística implementou um modelo de mobilidade que entrega smartphones aos motoristas com uma aplicação, que faz o acompanhamento da frota e análise de tráfego. Desse modo, o motorista consegue tirar fotos de peças que deram defeito no meio da estrada e enviar para a organização, para que seja providenciado a compra da peça e acione a manutenção do veículo. Só que nem tudo são flores! Para chegar na implementação do projeto de mobilidade teve muita discussão.

Quer implementar a mobilidade corporativa na sua empresa e não sabe como? Nós vamos te ensinar 6 passos para começar agora mesmo!

Primeiro passo: analise sua maturidade?

Nós já falamos que a mobilidade é tendência do mercado, mas você não precisa adotar apenas ‘porque todo mundo está investindo’.  Isso não é benéfico para você! Converse com a área de finanças da sua empresa, saiba o quanto vocês poderão investir, o quanto esperam de retorno e como veem a movimentação em termos de negócios. Só assim, você poderá seguir para o próximo passo!

Segundo passo: desenvolvimento

Mobilidade não é só pensar em iOS, Android e Windows Phone. É ver qual será o layout de acordo com a identidade da sua empresa, como ter uma interface simples e intuitiva e quais funcionalidades que você precisará no aplicativo.

Dedique o seu tempo no desenvolvimento e criação da plataforma, se for preciso refaça quantas vezes for necessário. É importante que tudo saia conforme o planejado!

Terceiro passo: invista em diversas estratégias digitais

Com o investimento em mobilidade, você terá que fazer uma mudança cultural na forma de trabalhar dos seus colaboradores. A melhor opção é mostrar a sua estratégias no mundo digital como mídias sociais e plataformas de colaboração, por exemplo.

Quarto passo: expanda os seus pensamentos

A área de TI deve se relacionar com os outros departamentos, assim como ter a capacidade de ouvir outras ideias e pontos de vistas.

Quinto passo: mostre, não conte

Se você busca o sucesso da sua plataforma, é necessário que não crie nenhuma expectativa entre os usuários. Para evitar qualquer tipo de problema, desenvolva o projeto com um certo número de colaboradores e só apresente ao resto da equipe quando tudo já estiver pronto!

Sexto passo: aproxime-se do seu público

Antes de implementar um projeto de mobilidade corporativa em seu negócio, faça uma pesquisa interna para saber se seria viável uma plataforma na empresa. A partir disso, você irá saber se valerá a pena!

Implementar medidas de mobilidade corporativa dentro da empresa é a etapa mais difícil. O ponto de partida é procurar soluções de sucesso em outras organizações. Mas, lembre-se: o que deu certo em uma empresa não necessariamente se encaixa bem em outra.

Então, entre em contato com a gente e saiba o melhor modelo para a sua empresa!

25 jan 2017

Aplicativos móveis: quais são as oportunidades para o meu negócio?

Você já notou que o uso da tecnologia mobile nos últimos anos deixou as relações humanas mais dinâmicas?

Neste cenário digital, o que seria dos smartphones sem os aplicativos (apps)? Por onde quer que você olhe notará as pessoas cabisbaixas interagindo com os seus celulares por longos períodos.

Pois é, os números comprovam esse crescimento da era digital! Atualmente, 91% dos brasileiros nos centros urbanos possuem um dispositivo móvel (We Are Social 2016) e o uso de apps em 2015 aumentou 58% em relação a 2014 (Flurry, 2015). Por que será que esse mercado cresceu tanto? A facilidade de obter informações e a possibilidade de encontrar maneiras mais rápidas foram fatores essenciais para que as pessoas aderissem a esse mercado.

Então, uma dúvida paira sobre a sua cabeça: será que eu devo investir em um aplicativo mobile para o meu negócio? Já te adiantamos que se você não está conectado, com certeza está perdendo muito dinheiro.

Os aplicativos permitem uma maior interação, prestação de serviço e coleta de informações relevantes sobre hábitos e preferências. E será que eu preparado para as grandes transformações desse mercado?

No início, vai ser um pouco complicado. Você terá que fazer diversas tentativas para chegar aos resultados.

Existem empresas utilizam os aplicativos para aumentar o seu número de vendas ou ficar mais próximo do seu público, alguns até fazem parcerias com outras organizações ou programas existentes. Dessa forma, eles conseguem ajudar as marcas a entregarem algum serviço para o seu cliente sem a participação de algo mais técnico e operacional gerando valor para ambas as partes.

Quer um exemplo? O aplicativo de anotações Evernote juntamente com a 3M apresentaram uma função chamada ‘Câmera Post-it’, onde o usuário pode fotografar as notas do Post-it sem precisar transcrever a mensagem, sendo organizados por cores com temas diferentes. A pessoa pode colocar os horários e a data de expiração para não ter esquecimento. Assim, o Post-it ficou mais moderno e a sua marca (3M) conseguiu associar o seu nome a um aplicativo (Evernote), além de trazer algo diferente para os usuários.

Já pensou em associar a sua marca a algum serviço?

Essa é uma ótima forma de você agregar valor para o seu negócio e divulgar os seus serviços!

De acordo com o levantamento State of the Mobile Advertising (SMA), a publicidade móvel cresceu 400% entre os anos de 2012 e 2013, e deverá aumentar mais de 300% nos próximos anos do mundo, atingindo U$ 40 bilhões até 2018, segundo um relatório da empresa de pesquisas Juniper Research.

Se você quer ir além da publicidade e oferecer um aplicativo que represente a sua marca, é preciso desenvolver algo que leve para os seus clientes valores e sensações que desejam transmitir. Veja o exemplo da Coca-Cola: o seu aplicativo “Coke Drink” superou dois milhões de downloads no mundo em 2012.

O programa permitia que as pessoas simulassem a experiência de beber Coca-Cola. Ao abrir o aplicativo, a mensagem “Open Happiness” surgia na tela e após isso criava um efeito para que a tela do aparelho se assemelhasse a um recipiente do refrigerante.

Nós também listamos alguns motivos para mostrar que investir em aplicativos para a sua marca é uma ótima ideia!

1 – Crescente mercado consumidor brasileiro

Sabia que o Brasil é o 5º maior mercado mobile do mundo? De acordo com a Anatel, o crescimento do tráfego de dados móveis até 2018 deverá ser 11 vezes o atual, com um aumento de mais de 60% ao ano.

2 – As pessoas estão cada vez mais conectados

A Conecta Brazil mostrou que os grandes responsáveis pelo maior uso dos dispostivos móveis são os aplicativos de redes sociais (WhatsApp com 93%, o Facebook com 79% e o YouTube com 60% e o Instagram com 37% dos acessos).

3 – Fidelização de clientes

Os clientes que tiverem o seu aplicativo terão uma facilidade de acesso quando precisar dos seus serviços. Você vai ganhar a oportunidade de enriquecer as relações e, claro, fidelizar clientes!

Os aplicativos também permitem aumentar o engajamento entre a sua empresa e seus clientes, além de manter a sua marca no celular do usuário. Viu como é interessante?

Se você quer saber mais sobre as vantagens dos aplicativos para  sua marca, entre em contato com a gente! Até mais!