Com tecnologia inovadora, a Copa apresenta mais que um campeonato de futebol

A Copa do Mundo FIFA 2018, já começou. O evento é o mais aguardado para os fãs do futebol. Para os admiradores da TI, a tecnologia utilizada no evento chama mais atenção do que a escalação do Tite.

A busca por inovação iniciou na Copa de 1954, quando foi realizada a primeira transmissão ao vivo de uma partida. Os brasileiros só conseguiram assistir pela televisão em 1962, na Copa do Mundo no Chile. E, naquela época, nem era ao vivo. As fitas com as imagens dos jogos tinham que vir ao Brasil de avião. Os jogos eram transmitidos com até dois dias de atraso.
Muita coisa mudou, e a Copa do Mundo se tornou o evento esportivo mais assistido do mundo. Com isso, a cada edição novidades tecnológicas são apresentadas ao público.

Tecnologias dentro do campo

Bola interativa: A bola oficial da Copa, a Adidas Telstar 2018, ao aproximar de um smartphone, transmite conteúdos ao aparelho, como informações sobre a composição da bola e desafios interativos. O dispositivo se comunica via NFC, Near Field Communication, ou comunicação por campo de aproximação.
Relógio Inteligente: Com o nome de Big Bang Referee, é um relógio utilizado pelos árbitros do campeonato, ele vibra quando um gol é marcado. As traves e as bolas possuem um chip de localização. Quando a bola ultrapassa a linha do gol, chip envia um sinal para o relógio. O aparelho tem uma versão para usuários comuns também, não informa sobre o gol, mas notifica sobre resultados e horários das partidas.
Árbitro assistente de vídeo: O sistema VAR (videoassistant referee ou árbitro assistente de vídeo) é composto por um conjunto de câmeras que transmitem as imagens para um assistenterever as jogadas. O VAR pode ser usado em casos de dúvida de gol, pênaltis, cartões vermelhos e quando um juiz penaliza o jogador erroneamente. Os assistentes de vídeo reproduzem as imagens em seus monitores e transmitem suas conclusões ao juiz. O árbitro pode ver as imagens em um tablet na lateral do campo.

Fora do gramado

As empresas já perceberam que a internet é uma aliada. Com milhares de pessoas interessadas em assistir, mas sem tempo de parar na frente de uma TV, o Grupo Globo ensinou seus telespectadores a acompanharem os jogos da Copa do Mundo ao vivo na internet, através de seus canais oficiais.
No celular e tablet, o usuário precisa apenas logar em um dos aplicativos Globoplay ou Globosat Play. O Globoplay exibe as partidas ao vivo de forma gratuita. A transmissão é para todo território nacional.

Oportunidade de venda em jogo

Com tantas inovações, os benefícios também são para as empresas em países onde o esporte é popular, como é o caso do Brasil. De acordo com o Google, na última Copa foram mais de 2 bilhões de buscas sobre o assunto dentro da plataforma.
Enquanto isso o e-commerce brasileiro cresce 24% no período dos jogos. Segundo a Neoassist, empresa de Software e Consultoria, a última Copa do Mundo aumentou a demanda de atendimento por chat online em 18% e por e-mail em 27%.
Por tanto, é preciso estar bem preparado para receber seu público, não só nos estabelecimentos físicos, mas principalmente no relacionamento online.
Assim como todo grande evento, é um bom momento para fidelizar os consumidores com ofertas, fazendo-o lembrar da sua marca após o fim dos jogos e procurá-lo diante da sua necessidade.

Posts Relacionados

Deixe um comentário