Para que o marketing digital e suas ferramentas possam impulsionar sua marca e gerar vendas e engajamento é preciso evitar alguns erros comuns. Confira quais são eles e como evitá-los.

1 – Usar a mesma comunicação para todos

Sim, mesmo na era da personalização muitas marcas insistem em mandar a mesma comunicação para toda a sua base. Para acertar a mão, é importante olhar os clientes de forma segmentada, com suas preferências e características próprias. A dica é investir na personalização, seja de e-mails, campanhas para redes sociais ou até mensagem de texto para celular.

2 – Invadir a privacidade dos usuários

Comprar listas prontas de e-mail vai na contramão de uma comunicação personalizada e assertiva, mas muitas empresas insistem nesse erro antigo. O resultado é elas acabam invadindo a privacidade dos usuários e ainda correm o risco de ter seu remetente incluído na lista de spam. Para evitar esse erro, sua empresa pode construir sua própria base de e-mail desenvolvendo estratégias para capturar o lead da forma correta. Experimente, por exemplo, fazer ofertas, oferecer e-books gratuitos ou conteúdos exclusivos pedindo login, que pode ser feito via e-mail ou redes sociais.

3 – Não testar ANTES de usar

Colocar no ar uma campanha sem testar é como dar um tiro no escuro. A realização de testes A/B* pode evitar que sua marca invista em ações que não trarão retorno algum. A ideia é selecionar uma parte do público, dividi-lo e abordá-lo utilizando diferentes variáveis. No final, a opção que tiver melhor performance deve ser a escolhida.

4 – Ignorar indicadores de resultado

Não aproveitar suas bases de dados para recomendar produtos aos clientes é um erro enorme. Para evitá-lo, a melhor estratégia é acompanhar as métricas de cada canal do seu e-commerce. No e-mail, por exemplo, confira taxas de abertura e números de cliques. Nas redes sociais, impressões, engajamento, conversões etc. A dica é ter sempre os números atualizados nas mãos para planejar novas ações.

Aprenda um pouco mais:

Teste A/B é um método de teste de design através do qual comparam-se elementos aleatórios com duas variantes, A e B, em que estes são o controle e o tratamento de uma experiência controlada, com o objetivo de melhorar a percentagem de aprovação. Estas experiências são muito utilizadas em desenvolvimento web e de marketing, e até mesmo em formas tradicionais de publicidade. Teste A/B também se designa por experiência aleatória controlada, experiência online controlada e teste de divisão. Em web design, o teste A/B é utilizado para identificar alterações nas páginas web que podem provocar mudanças positivas ou negativas no interesse dos utilizadores. Como o nome já diz, duas versões são comparadas, as quais são idênticas exceto por uma variante que pode impactar o comportamento do utilizador. A versão A pode ser a versão utilizada atualmente (controle), enquanto a Versão B é a modificada (tratamento). Podem ser vistas melhorias significativas através de testes de elementos como copiar o texto, layouts, imagens e cores, mas nem sempre. Os testes multivariados ou teste de balde são semelhantes ao teste A/B, mas estes testes abordam mais de duas versões diferentes ao mesmo tempo.

Posts Relacionados

Deixe um comentário